Uber e a construção civil 4.0

Por Ricardo Rosa

Outubro 22, 2019

Entenda: o mundo vai mudar. Pra ser mais específico, ele já está mudando e a maneira como essa mudança vem acontecendo, está cada vez mais presente e clara em nossa vida e nosso dia-a-dia.

Estamos chegando ao fim de mais uma década, onde o desenvolvimento tecnológico ultrapassou, nesse período, o desenvolvimento dos últimos 200 anos. Em janeiro de 2016 a consultoria McKinsey & Company publicou um estudo interessante: “Revolução automotiva: perspectivas rumo a 2030”. O material, disponível aqui, traz diversos insights de como a indústria automotiva passará por intensas transformações nos próximos 10 anos. A grande questão é como essas mudanças afetarão o mercado imobiliário, se é que ele será afetado. Fato é que com tamanhas novidades, surgem também oportunidades de demandas jamais previstas, criando serviços e negócios para os atentos ao mercado.

Quando surgiu, em 2009, a Uber tinha uma missão: “Tornar o transporte tão confiável quanto a água corrente, em qualquer lugar, para todos.” Em 2017, a missão foi atualizada para: “Despertamos oportunidades ao colocar o mundo em movimento.” Não é para menos. Acredito, nas minhas maiores reflexões, que a Uber jamais imaginou que moveria, de fato, o mundo.

O mercado imobiliário norte-americano tem hoje insanos 20% dos metros quadrados ocupados por vagas de garagem. Há pouco tempo, essa contabilização jamais seria realizada, uma vez que comprar uma casa ou apartamento sem uma vaga de garagem, estava fora de cogitação.

O futuro dos carros autônomos irá mudar radicalmente a maneira como moramos. Se deslocar não será mais um problema, uma vez que os aplicativos de transporte serão servidos por veículos artificialmente inteligentes, feitos para nos servir 24h, 7 dias por semana.

Assim, como já vimos vários cases de sucesso no access over ownership em diversos segmentos do mercado como transporte (Uber, Yellow/Grin, Turbi, 99), estamos vivenciando esse mesmo movimento no mercado imobiliário. Gigantes como Vitacon, Setin, Even e Humá, estão de olho nesse nicho.

A maior incorporadora da américa latina, com R$7,7bi em valor de mercado, também já mostrou que está de olhos abertos para essa tendência. A MRV lançou há poucos meses a Luggo, empresa do grupo focada na construção de apartamentos para locação.

Fato é que estamos diante de um cenário onde tudo irá mudar: da maneira como nos deslocamos, à maneira como moramos. As mudanças só estão começando, e aqueles que se puserem à frente das inovações, serão lembrados como os percursores dessa nova história.

A única coisa que sabemos sobre o futuro é que ele será diferente.

Peter Drucker

Veículos autônomos, casas e apartamentos inteligentes, espaços de trabalho flexíveis… Nem mesmo quem está totalmente alheio às inovações consegue negar. Estamos vivendo novos tempos e precisamos nos atualizar de maneira cada vez mais rápida e assertiva. Olhar para o passado e tentar adivinhar o futuro já deixou de ser a prática dos melhores. Hoje eles criam as oportunidades de acordo com o que acreditam ser o melhor para o mundo.

Mantenha-se atualizado

Conteúdo Premium

Decisões, modelos, pesquisas, tendências e muito mais. Acesse agora, clicando no botão abaixo!

Receba nossa Newsletter

Receba em seu e-mail toda atualização do nosso portal, gratuitamente!

Siga-nos

Nossas redes sociais são atualizadas com notícias importantes sobre o mercado!

Sua inscrição foi realizada com sucesso!

Erro. Por favor tente novamente.

Preencha o formulário agora e receba nossas
atualizações em tempo real, por e-mail: