SUSPENSO LEILÃO POR CONTA
DA PANDEMIA DE COVID-19

Juiz do Paraná decide suspender leilão e oportunizar um prazo maior para que mutuário pague pela dívida de financiamento.

O autor alegou que foi intimado para pagar a dívida em março de 2020, exatamente no início da paralisação em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Acrescentou que trabalha na área de mecânica automobilística, que foi severamente afetada em todo o mundo e que por isso, restou impossível o cumprimento do pagamento.

A juíza decidiu em que pese as dívidas serem anteriores à paralisação, faz-se oportuno dar ao autor um prazo maior para a quitação dos débitos, deferindo assim o pedido liminar de suspensão do leilão e estipulando 30 dias para que o mutuário pague pelos valores atrasados.

O escritório Paula Farias Advocacia representa o autor do processo.

Processo n. 0009358-62.2020.8.16.0035