CONDOMÍNIOS LOGÍSTIVOS
VOLTAM ÀS OBRAS

Pesquisa aponta que já são 581 imóveis no país destinados a condomínio logísticos, totalizando 23 milhões de metros quadrados. Mais de 70% deles estão na região Sudeste.

Estudos mostram crescimento ano a ano desde 2017 e que os números poderiam ser ainda maiores se não fosse a crise enfrentada no momento. Diversas obras foram paralisadas e nem o setor de eletrônicos conseguiu fazer com que os condomínios logísticos escapassem ilesos.

Alguns administradores de condomínios logísticos relatam que as obras já começam a retomar, após uma forte paralisação, mas ainda com receio de uma diminuição na velocidade de ocupação.

Outra preocupação foi a inadimplência de alguns condôminos, caso que foi vivenciado pela GLP no Brasil que conseguiu dar a volta por cima oferecendo negociações e concessões, como postergação dos pagamentos.

O sucesso do setor é medido não só pela ampliação do armazenamento, mas pela taxa de ocupação que, agora, com os impactos da pandemia, viu crescer a busca por espaço para comércio eletrônico e hoje representa 20% do portfólio.